Bem-vindos ao meu site!

Cacau dos Santos

Designer Web Designer Cool Hunter Mídias Sociais e nas horas vagas... Blogueira!

Sobre mim

Oiê

Como Camila se tornou Cacau

Digo a todos que eu nasci designer. Desde pequena eu gostava de desenhar e criar coisas peculiares e atípicas e ao invés de querer ser modelo, como a maioria das meninas da minha idade queriam ser, eu tinha certeza de que podia ganhar a vida com as minhas ideias, por mais loucas que elas fossem! Quando terminei o ensino fundamental, após uma crise existencial, eu decidi fazer um teste vocacional e assim descobri o design e surgia ali uma nova paixão. E foi dessa paixão que a Cacau designer entrou em cena e desde 2007 eu venho me empenhando ao máximo para ser uma profissional a altura.

Formação Acadêmica

Ensino Fundamental

2002

Colégio São Gonçalo

Microcamp

2010

Web Developer

SENAI - Centro de Formação Profissional de Artes Gráficas

2008

Design nível técnico

Centro Universitário Unicarioca - Unidade Rio Comprido

2015

Bacharel em Design

Experiência Profissional

Coopidade

2005-2007 Designer Júnior, responsável pela diagramação do jornal impresso e da criação de peças para as redes sociais da cooperativa.

Apetrexo (Hotel Urbano)

2008-2010 Web Designer, tratamento de imagens e atualização das informações do e-commerce.

Celdom finest kitchens

2011-2012 Estágio em design, tratamento de imagens, criação e disparo de e-mail marketing e atualização do conteúdo no site.

Montenegro Comunicação

2012-2013 Criação de peças impressas e material para mídia online.

Tangram Marketing

2013-2015 Designer e Web Designer, responsável pela criação de peças para redes sociais dos eventos produzidos pela GL Events.

Studio Prime

2015-2017 Criação de artes para as redes sociais, criação e disparo de e-mail marketing da Drogaria Venancio.

200

peças produzidas em 1 mês de serviços como freelancer

32

Cafés tomados durante as horas de serviços prestados!

1800

Horas de estudos durante 1 (um) ano

10

Anos estudando e trabalhando como designer

Blog

"Envelhecendo" sua fotos para o instagram

Foto by @ghofrane.ouakad
Durou pouco o reinado do HUJI, app sensação do último final de ano, que dava um efeito vintage nas fotos. A moda agora entre as blogueiras (e a galera que segue as tendências lançadas pelas blogueirinhas) é o "envelhecimento" das imagens.

Foto by @thalitaferrazoficial

Sim, fotos com pontinhos e pequenas rachaduras brancas, como se fosse uma fotografia envelhecida pelo tempo (pega aí o álbum de casamento dos seus avôs que você vai entender melhor a coisa toda).

Há vários aplicativos que dão esse efeito nas suas imagens mas os mais usados são o Afterlights e o Roockie Cam. Ambos funcionam da mesma forma: basta baixar o app, abrir a foto que deseja tratar, clicar na opção "texturas", escolher a que mais te agrada, escolher a intensidade da textura, salvar a imagem e postar nas redes sociais. Simples, prático e sem mistério.

Três trends em uma: toalha na cabeça + short com zíper aberto + foto envelhecida.
Foto by @rayzanicacio 

Além do "envelhecimento" da imagem, é possível tratar a intensidade das cores, deixando a imagem mais "quente" e levemente alaranjada (vulgo tom pastel), outro efeito muito usado pela galera premium do instagram.

Foto by @analidialopess 

E aí, curtiu esses efeitos?


Chápeu de Palha personalizado é o hit do verão 2018


O Chápeu de Palha, que já foi considerado item da vovó para se proteger do sol, agora é acessório fashion dessa temporada. E dessa vez ele vem com um plus: frases personalizadas na aba.


Nomes bordados, pinturas, desenhos e abas decoradas estão entre as opções para incrementar o acessório.



Os mais populares são os com frases engraçadas.




E o legal é que você não precisa gastar muito para ter um, basta comprar o item numa loja especializada e personalizar em casa. A internet está cheia de tutorias ensinando como personalizar o seu chapéu, dá só uma olha nesse vídeo prático:



E ai, curtiu? Se joga nessa tendência!

Ilustrações (fofíssimas!) que mostram a relação entre um pai e sua filha


Diz o velho ditado que "O pai é o primeiro amor de uma filha". Fato. E a artista ucraniana Snezhana Soosh captura, com maestria e muita doçura, o vínculo entre um pai e sua filha com ilustrações que certamente vão derreter o seu coração. Confira:



























Bônus 1


Bônus 2


Lindo, não é mesmo? O pai que queremos para os nossos filhos

Explosão Doce!


Novo trendy gastronômico, o Bolo com Explosão de Confeitos já é sensação na gringolândia e começa a ganhar forças por aqui na terrinha!


A ideia é da confeiteira mexicana Amirah Kassem, que trabalha na loja Flour Shop, em NY. O bolo acabou virando febre nesse Natal, substituindo o bom e velho Panetone.


Basicamente ele é um bolo pequeno e oval, todo colorido e com recheio de confeitos que, ao ser cortado, eles "despencam", literalmente, em cima de você.



A ideia deu tão certo que ganhou o coração do público e de celebridades como a sempre fofa e lúdica Katy Perry, Valetino e até o Snoop Dogg, segundo entrevista do NY Times.


A junção mais do que perfeita: unicórnio + recheio explosão de confeitos!

Agora o preço dessa belezinha já não é tão doce assim, cada um pode sair por R$ 500 a R$ 1.000!!!


Por aqui o Bolo Explosão de Confeitos deve cair no gosto popular nas próximas festas de aniversário, como foi com o Bolo de Unicórnio e o Naked Cake.



E aí, o que acharam dessa novidade? Coloridamente e açucaradamente divertido!

Info: Revista Glamour.

Licor de Cacau - 1ª Temporada - #21 (EPISÓDIO FINAL) - Meu horóscopo disse que vai ser um ano excelente!

Imagem: Unsplash

(1) Sobre fundo preto surgem, em letras brancas, sucessivamente, as seguintes frases:

AVISO: A história a seguir contém linguagem atípica, palavrões, termos em inglês, muitos pontos de exclamação e referências da cultura pop e, devido ao seu conteúdo, este pode causar crises de risos e nostalgia aos leitores. Todos os personagens e eventos - mesmo aqueles baseados em pessoas reais - são fictícios. Se por ventura você se identificar com algo que foi escrito ou com alguém citado, isso significa que a sua loucura se parece um pouco com a minha e aproveite esse momento de coincidência para me seguir no instagram: @aincrivelcacaudossantos

(2) As frases desaparecem em fade e surge título da série seguida da primeira cena


LICOR DE CACAU
EPISÓDIO 21 – Meu horóscopo disse que vai ser um ano excelente! 
Escrito por: Cacau dos Santos

16 de novembro de 2017
12:27 pm

Música de cena:


EU: Pedro, esse é, de longe, o WhatsApp mais difícil que vou mandar nesse ano de 2017, mas lá vai: eu gosto de você. Eu gosto MUITO de você. Beira ao amor. Quando nos conhecemos meu coração havia sido partido em mil pedaços por um filho da puta e achei que nunca mais iria me recuperar dessa decepção. E eis que você apareceu, num date armado, mas apareceu. E me encheu de tanta alegria e felicidade que me fez reacreditar no amor. Mas nunca quis admitir isso até você partir. Foi então que me dei conta de como é grande isso o que eu sinto pela sua pessoa. Mas a distância entre nós me fez cometer vários vacilos como achar que você estava saindo com a sua prima Marjorie e isso me levou a sair com o Chouri. Que merda, né? Eu também comecei a gostar do Chouri, não vou negar. Fui mesmo feliz ao lado dele mas você ainda estava ali, bem vivo, nos meus pensamentos e no meu coração. O amor dele por mim não foi o suficiente para me fazer te esquecer. E agora cá estou sozinha e colhendo os erros que plantei. Desfiz a amizade no Facebook porque foi melhor assim, preciso me "dexintoxicar", recomçar, pôr as ideias no lugar para, aí sim, dar um rumo na minha vida. Eu espero que você me entenda e que me perdoe um dia por toda a cagada que fiz. Fica em Paz, melhoras para a sua mãe e quem sabe um dia a gente possa ser amigos de verdade. Um beijo dessa doidinha que te ama e que só te deseja o melhor.

WhatsApp enviado e visualizado. E, para a minha surpresa, 10 minutos depois Pedro me bloqueia!

- WHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAT?!


Porra essa doeu! Quer dizer, eu achei que ele ia ficar puto (de novo) e tal mas me bloquear foi demais! Engulo o choro à seco. Me levanto de minha mesa, vou até a cozinha da agência e tomo um copo d´agua. Respiro fundo, me recomponho e volto para o meu posto e retomo meu trabalho na maior tranquilidade. Nada de desabar emocionalmente. Não aqui. Vou chorar só quando chegar em casa.

13h. Hora do almoço. Convido educadamente Gregório mas ele recusa. OK. Vou sozinha para a praça de alimentação. 

Chegando lá, enquanto tento engolir a comida, fico pensando se não seria legal mandar um WhatsApp para Chouri também mas fico com medo de ele me bloquear como o Pedro fez e acabo não enviando é nada. Perder o Pedro é dose, mas perder o Chouri seria pior ainda! Sinto tanta falta dele, das suas besteiras, de como ele fazia de um tudo para me ver sorrir... ele sempre foi um ótimo amigo, nunca deveria ter cometido a burrice de pedí-lo em namoro. Outra grande cagada de 2017! AFF... 

OLHO PARA A CÂMERA E FALO:
- Tomará que 2018 seja melhor que esse ano cocô, viu... taí, vamos ver as previsões para o meu signo! Adoro essas coisas! Não acredito (mais) nisso mas adoro!

Saco o celular de dentro da bolsa, abro o YouTube, busco por PREVISÕES 2018 SIGNO DE CAPRICÓRNIO e clico num resultado que muito me chamou a atenção:



- "2017 foi brabo, não foi?"
- Foi sim, Senhor Bidu - respondo para o vídeo.

- "2018 promete ser um ano excelente para aprender e ensinar"
- Oba, gosto disso!

- "Conquistas inesperadas podem surgir"
- Isso muito me interessa!

- "Não faltará coragem para você se arriscar"
- Coragem é meu sobrenome!... E alienada também.

- "Não pense 2 vezes para se aproximar do seu alvo e testar as suas estrátegias de sedução. Pode despertar grandes paixões, inclusive em gente que você conhece"
- Aaah não, lá vamos nós de novo!

- "Passeios, viagens, filhos, fatos ligados ao ambiente doméstico devem caminhar do jeitinho que você e sua alma gêmea quiseram"
- Que delícia, né gente!

Amei essa previsão! Agora sim vejo uma luz no fim do túnel... opa, mensagem da Dra.Luiz confirmando minha consulta para amanhã. Ótimo, era isso o que eu tava precisando, um papo/desabafo com a minha psicóloga. Já que é pra limpar a casinha antes do ano novo começar, que seja com a Dra.Luiza segurando o cabo da vassoura. No bom sentido, é claro.



Consultório da Dra. Luiza
17 de novembro de 2017
 9:23 am

- ...Aí é isso, Dra. Luiza, eu fodi com tudo! Mas aprendi a lição. Tive de quebrar a cara para enfim compreender que é melhor ficar sozinha do que estar com alguém sem saber se quero mesmo estar com esse alguém... caramba, que profundo isso o que eu falei!

Dra. Luiza está sentada em sua cadeira, segurando sua tradicional xícara branca (até hoje não sei o conteúdo desta), de pernas cruzadas e me olhando acima dos óculos. A sensação que tenho é a de que ela vai me dar um puxão de orelha. Mas ao invés disso ela respira bem fundo e fala:
- Camila você tem noção de que não é mais aquela mulher insegura e emocionalmente descontrolada  que entrou nesse consultório a 2 anos atrás?

WHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAT?!


- ... É...  o quê?! - Me assuto!
- Sim, você agora tem consciência dos seus atos e sabe, com mais clareza, aquilo o que quer e o que sente. Tem noção dos erros que cometeu e não os quer e nem vai
repetí-los. Aprendeu com a dor, só não se deu conta disso ainda.

Iiih, é verdade!

- ... Iiih, é verdade! - me assustou com tal afirmação.
- Você enfim percebeu que a vida não é o conto de fadas que tanto idealizou e não há nada de errado nisso.  Você amadureceu, se abriu para a realidade, parou de se vitimizar e apesar de uns deslizes aqui e outros ali, tá se mantendo firme e sabe que tudo vai terminar bem. Agora você está pronta para seguir o seu caminho.

Eu estou?... É, eu estou!

- É, eu estou!
- Fico muito feliz por você, de verdade... mas ano que vem a gente vai seguir com 2 sessões por semana.
- ... Ah tá.

Tô bem mas não a ponto de largar a terapia, né mores.

Me levanto e me despeço dela com um forte abraço, mas antes de partir, quando estou prestes a abrir a porta, Dra. Luiza me chama pela última vez. Me viro e ela me manda o seguinte recado:
- Camila... seja a condutora da sua vida.

Porra, que conselho do caralho! Conselho pra vida! Que mulher!



Casa da Valentina
25 de dezembro de 2017
11:03 am

Passei o Natal com Tina e sua família. Minha tia chegou a me convidar para a Ceia na sua casa, ao lado de Flor de Liz e de Rodinei, mas recusei. Não tava afim de "brincar" de família feliz e perfeita. Não dessa vez. E foi melhor assim pois acabei tendo uma noite de paz e harmonia. E me empaturrei de Tender! Sim, eu sou o tipo de pessoa que espera o ano todo para, no Natal, comer Tender e não Peru ou Pernil. Tender é vida!

- Mano do céu, olha isso... OLHA ISSO... Tô grávida de um Tender! - brinco com Valentina ao alisar a minha barriga.
- E eu de uma travessa de rabanada! - brinca ela também alisando a sua barriga.

Pronto, caímos na gargalhada! Somos duas bocós mesmo.

- Cara, mais uma vez obrigada por me receber na sua casa, de verdade - digo estendendo a mão para segurar a dela.
- Que isso, amiga. Você sabe que é muito bem-vinda sempre que quiser. Você é de casa e aqui você sempre terá todo o carinho do mundo.
- :´)

Pronto, fico emocionada. Aí caralho, não vou chorar!

- Eu sei que esse ano foi bem pesado pra você, que você passou por poucas e boas, mais poucas que boas, mas quero que saiba que sou grata pela sua amizade e que você sempre pode contar comigo - diz Tina segurando forte a minha mão.
- Obrigada Tina, de verdade. Obrigada por tudo!

 Aí não vou chorar, não vou chorar, NÃO VOU CHORAR... Chorei!


E ela me puxa pelo braço, me faz inclinar no seu colo e me abraça pelas costas, no melhor estilo Stranger Things.


- Ei moça, fica calma, vai dar tudo certo a partir de agora. Acredita.
- Eu acredito - digo me levantando e enxugando minhas lágrimas - eu só não consigo deixar de me arrepender por todas as cagadas que fiz. Se pudesse voltar no passado...
- Mas não dá, Cacau. NÃO DÁ! Se desse, ótimo, como não dá então esquece e segue o baile!
- Aaah não, porra, até você pegou esse bordão!
- Peguei! Culpa tua que fica falando isso direto agora!
- Culpa do Gregório que foi mandar essa quando me cantou na noite do "ocorrido".
- E ele nunca mais falou direito com você depois do que rolou?
- Não, nunca mais. Nem quis sair pra almoçar comigo e nem quer mais ser meu amigo. Mas sabe que isso não me incomoda tanto. Sério. O que me incomoda é não ter mais a amizade do Chouri. Esse sim me faz uma falta absurda!
- E o Chouri nunca mais falou contigo depois do "outro ocorrido"?
- Não, nunca mais. Sabe que até pensei em lhe mandar um zap mas fiquei com medo dele me bloquear como o Pedro me bloqueou. Fora que, quando me lembro que ele tá com a Ana Julia Anãzinha Nervosa, eu sinto um ranço gigantesco!
- Sabe que eu acho essa história muito da esquisita. Pra mim ele não tá pegando essa garota é coisa nenhuma! - ela afirma.
- ... Cê acha?! - pergunto com um certo fio de esperança.
- É, acho! Pra mim isso é caô só pra te provocar. 
- ...Pode até ser, faz um certo sentindo... - concordo ficando pensativa por alguns segundos - ... mas que eles transaram naquela viagem pra sampa, aaaah disso eu não tenho dúvidas!
- A tal viagem na qual ele bebeu e foi pra cama com ela?
- Essa mesma!
- Bom, agora você sabe, melhor que ninguém, como é fácil encher a cara de chopp e ir pra cama com o coleguinha que tá ali em cima te seduzindo... sem querer jogar na sua cara mas já jogando.

Porra Valentina, essa doeu!

- Porra Valentina, essa doeu!
- Amiga para e pensa, todo mundo errou feio nessa história então por quê você simplesmente não para de apontar no dedo na cara desse rapaz e baixa a guarda só dessa vez?!
- ...

E fico calada e constrangida. Muito constrangida. Mais uma vez Valentina tá certa.

- Você quer mandar essa mensagem pra ele, não é? - ela pergunta.
- ...É, quero...
- Então manda, mulher! Manda e acaba logo com essa angústia toda. Vai que...?!

OK... OK! Respiro fundo, pego meu celular, abro o WhatsApp e vou até o contato do Chouri e assim como fiz quando escrevi aquele textão para o Pedro, também sou totalmente honesta na hora de escrever para o Chouri:

EU: Chouri, você vai receber o segundo WhatsApp mais difícil que vou mandar nesse ano de 2017, o primeiro foi para o Pedro, confesso. E também confesso que estou morrendo de medo de fazer isso de novo pois já aceitei que te perdi como namorado, mas te perder como amigo é demais. Ter te reencontrado, depois de tanto tempo, foi um presente e eu só queria viver em paz com você como quando erámos crianças. Mas errei ao ter ido pra cama com você e errei mais ainda ao te pedir em namoro. No fundo eu só queria preencher a falta que o Pedro me fazia e acabei te usando pra isso. Super errado da minha parte. Agora estamos aqui, de corações partidos (bom, eu pelo menos estou), sem nos falar, sem sermos amigos... a parte do “sem sermos amigos” é a que mais me dói. Eu sei que não tenho o menor direito de te pedir perdão, mas farei assim mesmo pois você é importante demais pra mim, importante demais pra te deixar sair da minha vida dessa maneira. Me perdoa Chouri. Por favor! Me perdoa mesmo que não queria mais ser meu amigo, mas me perdoa. É tudo o que eu te peço. E eu te perdoou por tudo o que disse pra mim também, te perdoou de coração e espero, sinceramente, que você seja muito feliz com a Ana Júlia pois você, mais do que ninguém, merece ser amado de verdade nessa história.

Texto digitado. Só falta enviar.

Tremo um pouco. Hesito por alguns segundos. Valentina percebe e me dá um tapa de leve no ombro.

- Vai, garota! Envia logo isso! – ela pede.
- Tá bom! Já tô enviando! – afirmo meio irritada.

Clico na setinha azul e a mensagem é enviada à Chouri. 1 minuto depois as duas setinhas da conversa ficam azuis. Ele visualizou! Meu coração dispara! É agora, ele vai me bloquear como o Pedro fez! Ele não só não vai me perdoar como também vai me excluir definitivamente da sua vida e eu vou sofrer!... Peraê, ele tá digitando?.... ELE TÁ DIGITANDO!

- ELE TÁ DIGITANDO! – digo em voz alta para Valentina.
- Jura?! – ela também se assuta.
- Sim! Olha aqui!

Mostro a tela do celular pra ela e ficamos aguardando, ansiosas, pela sua resposta.

2 minutos depois, eis que recebo a seguinte mensagem:
CHOURI: Precisamos conversar sobre isso pessoalmente. Tá em casa agora?

- Porra só isso? O cara me leva 2 minutos pra escrever só isso?! – reclamo.


- Tá me parecendo que, assim como você, ele escreveu uma Bíblia, mas depois se arrependeu, apagou tudo e optou por só mandar isso aí de resposta. E quer saber? Tá certo ele! Vocês precisam resolver essa questão toda pessoalmente e não por WhatsApp! Manda ele vir pra cá.
- Vir pra cá?! – me assusto com a proposta de Valentina. 
- É Camila, vir pra cá. Chega de enrolação, mata logo essa história! Fala que você tá aqui e que eu chamei ele pra vir pra cá também pra vocês conversem logo sobre tudo isso e PELO AMOR DOS MEUS FILHINHOS FAÇAM LOGO AS PAZES, CARALHO! Que coisa, hoje é Natal! Deixem o amor do menino Jesus tocar o coração de vocês!
- ...Isso aí parece citação de programa evangélico da Record, sem o CARALHO, é claro.
- É claro! AGORA CHAMA LOGO ESSE HOMEM PRA VIR AQUI, CARALHO!
- Tá bom, calma!

E é o que eu faço, convido Chouri para ir até a casa de Valentina, e ele aceita! E 2 horas depois lá está ele, tocando a campainha. 

Virginia o recebe e o leva até o quarto de Tina, onde estamos as duas o esperando. Quando o veja entrar pela porta eu me tremo toda da cabeça aos pés! Fico tão emocionada que eu quase molho a calcinha. Respiro fundo, levanto da cadeira e vou até a sua direção.

- Oi Chouri – digo extremamente sem-graça.
- Oi Camila, tudo bem? – pergunta também num tom de voz desconcertante.
- Tudo... Feliz Natal.
- Feliz Natal.

E quando me dou conta, já o estou abraçando bem forte.

Camila não chora, não chora... NÃO CHORA, PORRA!

...chorei. Porra.

 - Bom, eu vou deixar vocês as sós, tá na cara que vocês precisam conversar sobre muita coisa - diz Tina saindo do quarto.

OK, abraço dado, lágrimas enxugadas, eu me recomponho e ele também. Nos sentamos na beira da cama de Valentina e começamos a conversar.

- Então, como foi o Natal? - pergunto.
- Foi de boas, passei com o meu pai e a mulher dele. Meu irmão também tava junto, apresentou a noiva e tal... enfim, bem família. E o seu?
- Fiquei aqui com a Valentina, ou seja, bem família também!
- HAHAHA! É, eles são sua família mesmo.
- Mais que a minha própria...

Triste eu não ter essa conexão com a minha família legítima como tenho com a minha família de amigos, mas é verdade. E muitas das vezes a família que o nosso coração escolhe é mais fiel que a que tem o nosso sangue.

- Então, você se arrepende de ter ficado comigo? - ele pergunta na lata.
- Eu me arrependo de ter ficado com você por carência e ter colocado, em risco, a nossa amizade. Não de ter ficado com você, necessariamente falando.
- E você ainda gosta do tal de Pedro?
- Gosto, mas gosto de você também. Gosto dos dois mas de você eu gosto mais como amigo.
- E se tivesse que escolher entre eu e ele seria...?
- Você, sem sombra de dúvidas. Só não vou mais te dar! - Digo, tentando segurar o riso.
- Que pena, nossa transa era boa. Isso você não pode negar.
- Verdade, somos bons de cama!

Aí num guento! Caio na gargalhada!


OLHO PARA A CÂMERA E FALO:
- Tão vendo? É dessa zoeira toda que eu tava sentindo falta!


Música de cena:



- Bom, é uma pena você não querer mais nada comigo em termos sexuais, mas eu te entendo. Também errei nessa história toda mas também sinto a sua falta como amiga. E também te devo desculpas pelas cagadas que fiz. Eu não deveria ter te traído e nem ter falado o que falei. Me desculpa.
- Claro que te desculpo, Chouri.

E não resisto e lhe dou um outro forte e caloroso abraço.

- Mas diz aí, você voltou ou não para aquele bunda-rachada do tal de Pedro?! - ele me pergunta ainda me abraçando e com a cabeça encontada no meu ombro.
- O quê?! Bunda-rachada?! Chouri! - repreendo enquanto desfaço o abraço.
- O quê "o quê"? Voltou ou não voltou? - ele insiste na pergunta.
- Não, não voltei. Ele até me bloqueou no WhatsApp.
- Aaah é mesmo?! Uuh... - debocha da minha cara.
- É Chouri, ele tá "putinha" comigo e não quer mais papo. Satisfeito?! - pergunto cruzando os braços.
- Muito! Aliás já vai tarde esse filé de borboleta. Sério Camila, como você pôde me trocar por aquilo?! Tudo bem que eu não sou nenhum George Clooney mas peralá!

Aí que saudades que eu tava desse sujeito!



Agência GRID - Barra da Tijuca
26 de dezembro de 2017
10:17 am

Bom, fiz as pazes com o Chouri e tudo está bem, de novo, entre nós :)
Continuo bloqueada no WhatsApp do Pedro e isso não é legal :(
Mas meu aniversário está chegando e isso me deixa muito feliz :D

Puta que pariu, 34 primaveras... dá pra acreditar? Foi ontem que fiquei menstruada e descobri podia engravidar... e agora eu posso ter um filho sem dar satisfação a ninguém... mas nem marido eu tenho pra isso... se bem que não é necessário um marido para se ter um bebê, basta uma sarrada esperta... gente no que é que eu estou pensando! CÉREBRO SE CONCENTRA, POR FAVOR!

Abro o Facebook, clico em EVENTO, depois vou em + CRIAR EVENTO e aviso a geral que no próximo sábado, dia 30/12, estarei celebrando o início dos meus 34 anos na Casa da Matriz, à partir das 22h. E não interessa se vai ser véspera de Ano Novo, faz 4 anos que não comemoro essa data e esse ano eu faço que questão que isso NÃO passe em branco!

Saio convidando todos os meus amigos, incluindo Gregório, o qual super quero fazer as pazes também. Pois é, fui picada pelo mosquito  "das pazes". Evento criado e amigos convidados, é hora de pensar no look da festa. Sim, mulher se preocupa com o que vai vestir, é lei. E na hora do almoço eu vou até um brechó no shopping Downtown a procura do vestido perfeito. Entre uma arara aqui e outra ali, eis que dou de cara com um achado: um vestido curto de paetês verde e azul e com decote V, da marca Amaro. Quase tenho uma síncope de felicidade!

- Lindo, né?! - diz a vendedora que se aproxima ao me ver segurando (e babando) no vestido.
- É, ele é... perfeito! Era justamente o que eu queria... - digo sem tirar os olhos da peça.
- E ele está com um preço ótimo, de R$ 229,00 por R$ 119,90!
- Sério?!
- Uhum, pagando a vista ainda consigo um outro descontinho pra você ;)

Olha o DEABU FASHION tentando...

- Descontinho de...? - pergunto.
- Posso fazer pra você por R$ 109,90.
- ...Bom...

Paro e penso por alguns segundos, R$ 10 de desconto não é assim uma Brastemp mas em tempos de crise (FORA TEMER), qualquer economia é bem-vinda. Fora que o preço original é R$ 229,00, tá quase R$ 100 a menos.

- OK, faço por R$ 100,00! Minha oferta final! - anuncia a vendedora.
- FEITO!

Não acredito! Comprei um vestido lindo por 100 pacotes! É a sorte voltando a me sorrir! Saio da loja flutuando, que negócio ótimo eu acabei de fazer. Aí aí, tô me sentindo o máximo!

[OFF]
Assim que saio da loja, a vendedora vira para a caixa do brechó e debocha:
- A trouxa levou um falsificadão por R$ 100! Mal sabe ela que na feirinha de Madureira tá R$ 50! HAHAHAHA!

Volto para a agência e mostro a Alana, Valéria e Gleide o vestido que comprei.

- Aí que lindo, Cacau! Adorei! Pagou quanto?! - pergunta Valéria.
- R$ 100 no brechó do Downtown - digo me gabando um pouquinho.
- Mentira! Que preço babado!
- Isso porque ele custa R$ 119,90 mas a vencedora me fez um desconto pois paguei em dinheiro.
- Aí eu vou lá daqui a pouco, ainda não comprei nada para o Réveillon.
- Eu também não e tô super em dúvida no que vestir? - confessa Alana.
- Mas gente, peraê, vocês vão no meu aniversário no sábado, não vão? - pergunto já cobrando.
- Aí amiga, eu bem que queria mas eu e o Fred vamos viajar no sábado de manhã pra Arraial do Cabo. Fechamos uma casa pelo Airbnb. - explica Valéria.
- E eu vou pra casa dos meus pais em Macaé, já não passei o Natal com eles e agora tão me cobrando o Ano Novo! - explica Alana.
- E eu não vou porque sou velha e não gosto desse tipo de festa. - confessa Gleide.
- Que isso, Gleide! Você não é velha coisa nenhuma!
- Mas não gosto desse tipo de festa, não vou negar. Mas almoço com você no dia 29 pra recompensar.
- Puxa... jurava que vocês iriam... - digo jurubel.
- Cacau a gente te ama mas venhamos e convenhamos, que diazinho complicado foi esse que você escolheu pra nascer, hein! - brinca Alana.

Aaah qual foi?!

Logo é a vez de Gregório se aproximar e comentar sobre o assunto:
- Vi seu convite no Facebook, Cacau. Então é seu aniversário no sábado?
- É Greg, e vou comemorar na Casa da Matriz. Você vai?
- É, vou, por que não?
- Você vai?! - me assusto e me animo ao mesmo tempo.
- É, vou. Você me convidou, por que não iria?
- Puxa... fico feliz com isso, de verdade.

E na hora as meninas percebem o climão que começa a se estabelecer entre nós dois e vão se retirando uma por uma.

- Bom gente, vou aproveitar meu horário de almoço e vou dar um pulo nesse brechó do Downtown, com licença... - diz Valéria.
- E eu vou voltar para o meu setor pois eu tenho é trabalho pra finalizar antes de 2018 chegar.
- E eu vou sair de fininho pra deixar a Cacau e o Greg conversando em particular - confessa Gleide.
- GLEIDE! - exclamo.
- Quê? É verdade!

Bom, enfim a sós, aproveito e faço meu pedido de desculpas para Gregório:
- Hey Greg... cara eu queria muito te pedir desculpas. Por tudo. Te magoei, não foi?
- Um pouco, mas já passou. De boas.
- Então, será que a gente pode ser amigos como antes?
- Nada vai ser como antes, Cacau. Mas sim, podemos seguir amigos. Sem ressentimentos.
- :)

Apertamos as mãos e com isso cada um segue para a sua mesa. OK, mais um pedido de desculpas realizado com sucesso. Agora sim já posso curtir meu aniversário e entrar 2018 com a consciência um pouquinho mais leve!



Meu apê em Laranjeiras
30 de dezembro de 2017
07:49 am

Minha mãe chega de mansinho, na pontinha dos pés, ela levanta o cobertor, se deita do meu lado, me abraça por trás e me acorda com um beijo na bochecha. Eu, como sempre, levo um susto!

- Aí mãe! Que coisa! - digo revoltada enfiando a cara no travesseiro.
- AEEEEH! PARABÉNS PRA VOCÊ, NESSA DATA QUERIDA, MUITAS FELICIDADES, MUITOS ANOS DE VIDA! AEEEEH! VIVA A CAMILA!
- Mãe... - digo ainda com a cara enfiada no travesseiro.
- Filha, que orgulho que eu estou sentindo de você! Olha a mulher linda que você se tornou, parabéns, viu.
- Aaah então agora eu sou mulher?! Porque até ontem você dizia que eu sempre seria a sua menininha! - digo tirando a cara do travesseiro e me virando pra ela.
- E você vai ser, sempre. Até quando for mãe você vai continuar sendo a minha menininha! Nunca vou te ver como mulher, mesmo. Mas você entendeu o que eu quis dizer.
- É, entendi... - digo revirando os olhos.
- Feliz Aniversário, meu amor.
- Obrigada mãe :)

E ela me dá um beijo na testa e depois levanta da cama e some.

Acordo na hora, com um susto! Olho para os lados e ela já não está mais. Respiro fundo e enxugo as lágrimas que começam a transbordar pelos meus olhos. Todo ano, no dia do meu aniversário, ela me acordava com um abraço bem forte e começava a cantar "PARABÉNS" no meu ouvido. E a tradição seguiu mesmo depois que ela partiu... é a única época do ano em que minha mãe aparece pra mim, no dia do meu aniversário, e eu sempre me emociono. Não importa quanto tempo vai passar, ela sempre vai fazer falta.


12:08 pm
WhatsApp, Facebook e Instagram bombando de mensagens de Feliz Aniversário. Aí gente, é tão bom ser amado no seu dia especial! São essas pequenas coisas que enchem meu coraçãozinho de açúcar e amor!

Mas logo vem o primeiro balde de água fria e é da Valentina, via chamada de vídeo:
- Gata, desculpa mas não vou poder ir na sua festa hoje. Acordei com uma cólica infernal, além de uma puta enxaqueca. Mal consigo escrever, por isso tô fazendo esse vídeo chamada contigo. Desculpa Camila.
- Caramba Tina, você tá com uma cara amarela! Vai descansar, garota. Se cuida, por favor!
- Vou me cuidar, mas desculpa mesmo pelo furo. Prometo te compensar na próxima.

Primeira baixa do dia: CHECK.

Horas depois é a vez de Johnny, via messenger:
- Chocolicia da minha vida, você sabe que eu te amo e amo Casa da Matriz e amo estar com você na Casa da Matriz. Mas infelizmente não vai dar pra mim hoje. Tenho de ajudar a minha mãe a terminar de organizar as coisas para a Festa de Fim de Ano de uma cooperativa de Caxias. Fomos chamados em cima da hora e é um dinheiro que super vai nos ajudar nesse final de ano. Você entende, né? Por favor, sabe que estámos apertados e que esse dinheiro é necessário. Mas te prometo te comprar um presente top e te levar pra jantar na volta. Ou seja, ano que vem. Se cuida e tenha um ótimo aniversário! Te amo.

Porra Johnny... só não vou brigar com você porque sei da barra que você e sua mãe estão passando por causa de grana então vou relevar.


7h30 pm
Começo a me arrumar. Tomo um banho de Cleópatra e, em seguida, capricho na maquiagem, depois arrumo meu cabelo e faço o black power mais poderoso que vocês possam imaginar, borrifo um pouco do meu perfume favorito na nuca e nos pulsos (Purr da Katy Perry) e finalizo a mega produção vestindo meu vestido curto de paetês verde e azul e com decote V, da marca Amaro (da feirinha de Madureira) e calçando um salto alto preto.

Me olho no espelho, dou uma voltinha, me manjo, me paquero e por fim me viro para Cake, que está atenta prestando atenção em tudo, e pergunto:
- Mamãe tá gostosa?

Ela dá 2 latidos. Vou entender isso como um "SIM, PRA CARALHO!".

A pego no colo, lhe encho de beijinhos e depois a coloco para dormir em sua caminha cor de rosa.

- Mamãe ia amar te levar comigo mas infelzimente a Casa da Matriz ainda não aceita a entrada de filhos de quatro patas. Mas quando isso for possível eu prometo que te levo lá.

Ela abana o rabinho num sinal de felicidade. Lhe dou mais uns beijinhos, digo que te amo ao pé do ouvido e saio pra ferver nessa noite tão especial!



Casa da Matriz, Botafogo - RJ
9h32 pm

Música de cena: 

Sou a primeira a chegar. Cadê Fabricia e Mallu? Iamos fazer o esquenta juntas mas nada das duas! Pego o celular, mando mensagem no grupo do WhatsApp e logo Fabricia me responde:

- Desculpa Cacau. É que a Mallu e eu estámos tendo uma DR.
- É UKÊ?!!!
- É, é isso mesmo, estámos aqui discutindo um assunto super sério mas daqui a pouco a gente tá aí. Bjs

Aaah eu não tô acreditando, só me faltava essa agora, Fabricia e Mallu brigarem no dia do meu aniversário! Só pode ser piada!

E por fim, sendo a cereja do meu bolo, eis que recebo a seguinte mensagem de Chouri:
- Gata, foi mal. Não vai dar pra ir. Minha mãe acabou de ser internada. Tá com a pressão alta e rolou uma parada aí com relação a glicose dela. Não sei ao certo o que tá rolando porque você sabe que, como médico, sou ótimo musico. Só sei que minha irmã me ligou e deu a notícia e vim pra cá pra passar a noite com ela. Desculpa mesmo. Mas curte aí seu aniversário. E mais uma vez Parabéns.

Puta que pariu, até tu Chouri! Mas esse eu também relevo porque mãe é mãe e não se discute. Envio uma mensagem pra ele desejando melhoras para Tia Regina e com isso me dou comta da terrível situação na qual eu me encontro: ninguém vem para a minha festa!


Mas que bosta! Sozinha no dia do aniversário! Justamente esse ano que eu decidi festejar, todos os meus amigos deram para trás. Mas eu tô lascada mesmo.

Foda. Só me resta ir pra birosca da esquina beber e chorar as pitangas.


Birosca da esquina
9h56 pm

- Moço, me vê um Red Bull com Vodka, por favor.

Não demora muito e o garçom chega com a minha bebida. Dou um gole significantivo enquanto observo as pessoas ao meu redor. Todo mundo parece tão feliz e animado. Também último sábado do ano, né. Geral quer celebrar.

Dou mais um gole na minha bebida e penso: "melhor voltar pra casa, ficar com a Cake e assistir alguma coisa no Netflix. Aproveitar a estreia da quarta temporada de Black Mirror, maratonar, melhor que ficar aqui, nessa bad, vendo geral se divertindo. Não vem ninguém mesmo pra me fazer companhia... AÍ MY FUCKING JESUS, É A DRA. LUIZA!"

AÍ MY FUCKING JESUS, É A DRA. LUIZA!

Sim, é ela mesma! Numa calça de couro preta, blusa preta transparente, bota preta, sombra preta... toda tratada no dark glamour! Mas... O QUÊ?!


Chego a me engasgar com a bebida! Mano do céu como ela fica diferente fora do consultório! Um diferente sexy... MANO DO CÉU ELA TEM VIDA SOCIAL!

- Dra. Luiza! Hey! DRA. LUIZA! - grito empolgadissíma (não sei por que?), enquanto asceno pra ela.

Metade do bar pára e olha mim, incluindo Dra. Luiza que leva um susto ao me reconhecer. Ela fica visivelmente constrangida e eu começo a me arrepender de tê-la chamado. 

Aí MEO DEOS, vai ver ela não gosta de interagir com os pacientes fora do consultório, mas agora é tarde. Aceno novamente para ela e ela se levanta de sua mesa e vem em minha direção. 

Opa, é agora! Vamos conversar, pela primeira vez, como duas mulheres conhecidas e não como psiquiatra e paciente! Aí que emoção!

- Olá Camila - diz enquanto já puxa uma cadeira e se senta ao meu lado.
- Olá Dra. Luiza, boa noite. Como você está bonita!
- Obrigada, você também. Gostei muito desse vestido.
- Obrigada! É da marca Amaro, comprei num brechó do shopping Downtown, paguei R$ 100 num desconto que recebi por estar comprando à vista!
- ...Uh...

Aí eu e essa mania de explicar detalhadamente as coisas! Ninguém gosta disso! SÓ PARA, CAMILA?

- Então Dra. Luiza, curtindo a noite?! - pergunto para tentar quebrar um pouco o gelo.
- Mais um menos... - ela responde dando um gole em sua bebida.
- Porque mais ou menos?
- Acabei de levar um bolo do cara do Happn, você acredita?
- WHAAAAAAAAAAAT?!!!!


Peraê... espera um pouco aí... a minha psiquiatra usa aplicativo de pegação! É isso mesmo, Arnaldo?!

- Isso porque eu havia dito a esse imbecil que não queria sair mas ele insitiu, me chamou para tomar um drink e quando eu chego aqui, ele simplesmente avisa que houve um imprevista e cancelou o date em cima da hora e ainda desfez o match. Mereço, viu... antes tivesse ficado em casa assistindo a USS CALISTER de Black Mirror - diz, dando mais um gole em sua bebida.
- Caramba Dra. Luiza, eu tô abasbaquada!
- Com o quê e por quê?
- Porque você é muito gente como a gente! Nunca poderia imaginar uma coisa dessas!
- Camila antes de eu ser uma psiquiatra eu sou um ser humano comum como todos os outros.
- Sim, eu sei! Desculpa se isso soou meio esquisito. O que eu quis dizer é que, na verdade, você é tão parecida comigo! 
- AH?! - ela se assusta com a comparação.
- Bom, hoje é meu aniversário, sabe...
- Eu sei. 34 anos. Aliás parabéns. Te mandei um WhatsApp hoje de manhã.
- Sim, eu recebi, muito obrigada. Mas como eu tava dizendo, hoje é meu aniversário e marquei com o pessoal e adivinha só? Ninguém apareceu. Também levei um mega bolo! E tava pensando em ir pra casa assistir a nova temporada de Black Mirror!
- Black Mirror é vida! - ela afirma dando mais um gole no seu goró.
- Black Mirror é tudo! - afirmo também dando um gole no meu Red Bull com Vodka.
- Black Mirror é "A vida como ela é" só que na versão tecnológica. 
- Black Mirror é do caralho!
- Brindemos a Black Mirror.
- Brindemos!

E fazemos um brinde a melhor série de todos os tempos porque é mesmo (e parem de falar mal da quarta temporada, tá!).

Brinde feito, mato minha bebida.

- Bom, acho que é melhor eu ir pra casa - aviso, já meio cabisbaixa.
- Ir pra casa! Por quê isso?
- Bom, eu tomei um bolo e...
- ...e é seu aniversário e você precisa comemorar! Não é porque meia dúzia de idiotas te deixaram nessa data tão especial que ela vai passar em branco, né? Quer ir pra onde?

Oi? É isso mesmo? Minha psiquiatra tá me chamando pra ferver na night?! Gente o que tinha na bebida dela?!

- Bom, eu tinha marcado com o pessoal de ir na Casa da Matriz e...
- ... E é pra lá que a gente vai. 

Ela então fecha a conta, paga a minha bebida e a dela e vamos para a porta da Matriz. E para a minha surpresa (de novo!), ela conhece um dos seguranças do local, que deixa a gente entrar direto, sem enfrentar a enorme fila que já havia se formado.

- Paciente meu, Arthur. Gente muito boa! - ela explica ao pé do meu ouvido.

Eu não tô acreditando! Minha psiquiatra tem contatinhos baphos!


0h58 pm
Música de cena:


A casa já tá cheia e, como é de costume, a pista Indie/Rock tá bombando! Em outra situação isso me incomodaria mas nesse caso eu tô nem aí pois estou vendo a minha psiquiatra dançar como se não houvesse amanhã e sendo endeuzada por todo mundo ao seu redor!

Sério, ela dominou o lugar! Como, eu pergunto a vocês, como eu nunca notei essa vibe balada dela?!

- AÍ, ELA É A SUA MÃE?! - um cara pergunta ao pé do meu ouvido.
- NÃO, É MINHA PSIQUIATRA - respondo.
- SÉRIO ISSO? QUE IRADO! NA MORAL, ELA É DEMAIS, SERÁ QUE ELA TOPA ME CONHECER?

WHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAT?!!! Ele quer dar uns pegas na Dra. Luiza?! OK, isso é demais pra mim!

- ELA TÁ COMIGO, BABY! SORRY! - digo cortando logo as asinhas do tipo.
- PÔ, MAS A GENTE PODE FAZER UM MÉNAJÃO ESSA NOITE! O QUE ACHA?

eu:

Nem respondo. Só saio do lado dele e vou para o bar pedir outra bebida:
- UMA SMIRNOFF ICE, POR FAVOR! - grito para o barman.

E assim que recebo a minha garrafinha, olho para o lado vejo Gregório. Ele veio!... Veio e tá aos beijo com uma ruiva toda tatuada e com uma minisaia que se espirrar ela arrebenta.

- EITA PORRA! - digo um pouco surpresa com a cena.

OK, fico feliz por ele ter se ajeitado essa noite. Quem sabe agora a gente não possa ser, de verdade, amigos e sem nenhum ressentimento. Mas bate um pouco de bad, até Gregório já se arrumou antes do final do ano e eu nada. Tô solteira, sem meus amigos na noite do meu aniversário, sem minha mãe, sem a Cake que deve estar em casa curtindo um sono gostoso... é só eu e minha psiquiatra que tem um lado baladeiro e caça amor nos aplicativos como todo mundo. Quem diria... AAAH QUER SABER, QUE SE FODA, SÓ SE FAZ 34 ANOS UMA VEZ E EU QUERO É CURTIR!

Mato minha ice e volto pra pista, ou melhor, tento voltar pra pista Indie/Rock mas já está lotada pra caralho! Melhor subir e ir pra pista Pop.

Chegando lá tá tocando DESPACITO, aaah não, meu cu essa música! Já deu! Tocou o ano todo e já enjoou! Vou até o DJ e peço outra coisa e ainda faço uma chantagem:
- HOJE É MEU ANIVERSÁRIO, POR FAVOR!
- TÁ BEM, O QUE VOCÊ QUER OUVIR?
- UMA COISA ANIMADA!
- ANIMADA COMO?
- ANIMADA ENGRAÇADA, PRA FRENTE, COM UMA VIBE DIVERTIDA, SABE?!
- VIBE DIVERTIDA... CURTE KAROL CONKA?
- SIM! AMO!
- E BOSS IN DRAMA?
- TAMBÉM, TAMBÉM!
- ENTÃO A PRÓXIMA MÚSICA É PRA VOCÊ, E VOCÊ VAI GOSTAR ;)

Me afasto da mesa do DJ e volto pra pista e fico aguardando ansiosa pela música que ele vai tocar especialmente pra mim. E é aí que, para a minha total surpresa, avisto Fabricia!

- UKÊ?! FABRICIA, AQUI! - berro dando pulinhos e ascenando até que ela possa me ver.
- CACAU! TE ACHEI! - grita Fabricia que sai correndo em minha direção e me dá um mega abraço.
- FABRICIA VOCÊ VEIO! - digo emocionada.
- CLARO QUE VIM, EU DISSE QUE VINHA!
- É QUE VOCÊ TAVA NUMA DR COM A MALLU, ENTÃO ACHEI QUE NÃO IAM APARECER.
- AAAH TIVEMOS UMA DR MAS JÁ NOS ENTENDEMOS, ALIÁS CADÊ ELA E O JOHNNY?
- JOHNNY? O JOHHNY TÁ AQUI?!!
- TÁ! CLARO!
- MAS ELE NÃO IA AJUDAR A MÃE A ORGANIZAR UMA FESTA?
- IA MAS ACABOU QUE A MÃE O DISPENSOU PRA ELE VIR PRA CÁ. É SEU ANIVERSÁRIO, CACETE! ACHA QUE A GENTE IA PERDER?
- AÍ GENTE, EU VOU CHORAR...
- AAAH NÃO, SEM CHORO! SEM CHORO QUE HOJE É SEU ANIVERSÁRIO! DIA DE FESTA! DIA DE CELEBRAR!

E ela vai e me dá um outro mega forte abraço e quando dou por mim, Johnny e Mallu aparecem e se juntam ao abraço coletivo.

- AEEEEEEEH!! - eles gritam.

E então nós 4, abraçados, começamos a pular feito crianças! Gente isso é tudo de bom! Na moral, eu amo esse putos!

De repente o DJ começa a tal música que disse que tocaria especialmente pra mim:

Música de cena:



- CARALHO, É KAROL CONKA! - grita Johnny.
- EU ADORO! - grita Fabricia.
- EU TAMBÉM! - grita Mallu.
- EU QUE PEDI! - aviso.
- AEEEEH! MITOU, GATA! - fala Johnny.
- NA VERDADE É ELA QUEM TÁ MITANDO HOJE... - digo apontando para Dra. Luiza que corre para a pista Pop assim que ouve Lista VIP começar a tocar.

Sim, e ela está arrasando, toda correografada, essa mulher é mesmo do babado! Mas desculpa Dra. Luiza, essa é a minha música, tá sendo tocada especialmente pra mim e quem vai divar agora nessa pista sou eu!

Me afasto dos meus amigos e já chego na pista dançando!


Dou uma agachadinha e depois uma rebolada... ou pelo menos eu tento!



Depois olho para a Dra. Luiza e dou um tapa na bunda como quem diz "Agora eu quem vai detonar!".

Ela responde mandando um passinho.


Depois bate o cabelo...


E por fim me lança um olhar que diz "Quem manda aqui sou eu!".



Logo uma roda ao nosso redor é formada, tá todo mundo nos olhando e vibrando! Mallu já sacou o celular da bolsa e começou a nos filmar, aposto que tá fazendo LIVE no Storie do Instagram.

Não resisto e faço outra provocação de leve e mando outro passinho para a Dra.Luiza!


E ela idem!


E quando me dou conta já estou fazendo passinhos sincronizados com ela!





E geral tá adorando!

♫ Clique, clack, bum, Sai da frente, eu vou entrar
Clique, clack, bum, Sai da frente, eu vou entrar
Já falei que eu vou entrar
Não entendeu vou desenhar
Clique, clack, bum, clack
Eu acho que meu nome tá na Lista Vip!
(querida) Eu acho que meu nome tá na lista vip 
(querida) Eu bem que te avisei! ♫

Gente eu adoro essa música, ADORO! DJ mandou muito com a escolha! Essa música é simplesmente perfeita em todos os sentidos e define, com maestria, esse momento, essa energia, essa coisa louca chamada "Minha Vida"! 

Tá aí, se algum dia a minha vida virar uma série do Netflix, esse vai ser o tema de abertura. Já consigo até visualizar...

Fim da música e geral começa a nos aplaudir. ISSO FOI DO CARALHO!

E também aplaudo Dra. Luiza e ela também me aplaude e por fim a gente se abraça e saímos de mãos dadas da pista.

- Dra. Luiza, você é uma coisa dançando.
- Te digo o mesmo, Camila.


5h33 am

Hora de ir pra casa. Já tô o bagaço da laranja mas sou a laranja mais feliz que existe! Johnny, Fabricia e Mallu pedem um Uber e vão juntos para os lados da Tijuca, eu peço outro e sigo para meu apê em Laranjeiras. Agradeço a todos por essa noite única e inesquecível mas antes de entrar no meu Uber, me viro para Dra. Luzia e enfim faço a pergunta que nunca tive coragem de fazer nesses quase 2 anos de terapia:
- DRA. LUZIA! - grito.
- Quê?! - ela leva um susto.
- Afinal, o quê que tem na sua xícara branca?
- Xícara branca?! - ela estranha a pergunta
- É! A que a você sempre segura quando está me consultando.
- Aaah tá, a minha xícara... é vinho Pérgola.
- REALLY?!


- Não. É água mesmo.
- Aaaah tá... - que decepção.
- Zoeira, é vinho Pérgola mesmo. Não bebo outra coisa a não ser isso mas não conta pra ninguém ;)


E ela me manda uma piscada de olho, veste seu casaco de couro vermelho e vai embora. Que mulher, Meu Deus, QUE MULHER! Quando crescer quero ser igual a ela.

Também me vou, e chegando em casa, mais pra cá do que prá lá, sou recebida por uma Cake felicíssima.

- Eeeeh meu amor! Mamãe fez 34 anos! - digo a pegando no colo e lhe enchendo de beijinhos!

Caiu trêbada na cama, com a roupa da rua e tudo! Sim, vou dormir usando meu vestido curto de paetês verde e azul e com decote V porque eu sou dessas. Estou cansada demais até pra tomar banho. Vou dormir assim mesmo mas prometo me recompor antes do ano virar.

Mesmo com sono, ainda fico acordada por uns 10 minutos fazendo um balanço da minha vida em 2017. Que anozinho merda. Na moral. Depois de 2013, que foi o ano em que minha mãe morreu, 2017 foi o segundo pior da minha história. Já vai tarde. E admito que fiz tanta merda nesse ano que dava pra adubar toda a grama do Maracanã! Mas ficou a lição. Fui demitida da RJ Produções, quase perdi meu apartamento, nos 45 do segundo tempo consegui emprego na GRID, passei um perrengue com a Regina, perdi o Pedro, reencontrei o Chouri, dei pra ele, o amei, o namorei, o perdi, o recuperei, teve Rock in Rio mas não teve Gaga, quase não tive minha festa de aniversário e acabei descobrindo que minha psiquiatra é da pá virada! 

Aaah 2018, que você seja mais suave que seu antecessor. 



6h37 am
Bem na hora em que eu fechei os olhos pra dormir de vez, ouço o toque de chamada no meu celular. O pego e olho rapidamente para a tela, é um WhatsApp do Pedro... Pedro! Mas...

Ele me desbloqueou! 

Vejo sua mensagem:
"Feliz Aniversário atrasado, Camila. Está perdoada. Estou voltando para o Rio na próxima semana. Vou voltar a morar com o meu primo. Quando voltar vamos ter uma conversa muito séria e resolver isso de uma vez. Mas se você gosta mesmo de mim, como diz tanto que gosta, então terá de me levar a sério. É isso mesmo o que você quer?"

OLHO PARA A CÂMERA E FALO:
- Só vem, 2018!

Depoimentos

Eu queria que ela fizesse medicina, era meu sonho desde que ela nasceu. Mas daí Camila veio com esse papo de ser "disaini" e deu no que deu! Fazer o quê? Mas dizem que isso dá dinheiro, só quero ver... mas que medicina seria mais em conta, seria!

Dona Lourdes

Minha mãe

Cacau é pró ativa, criativa e não costuma deixar um trabalho sem antes encontra a melhor solução para tal. Possui também uma capacidade incrível em encontrar soluções, as vezes simples, dentro de problemas complicados de se resolver.

Jonas Lemos

Ex-colega de Faculdade e Designer na CPAD Gráfica e Editora LTDA

@cacaudossantos
+55 21 9999-31199
Bairro das Laranjeiras, Rio de Janeiro - Brasil

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *